THUTV - Foi muito mais do que eu podia imaginar...

Em setembro do ano passado, escrevi um post tentando motivar os leitores do Brushwork Atelier a comprarem o THUTV, transmissão ao vivo e também sob demanda do evento Trojan Horse was a Unicorn, que acontece em Tróia, Portugal. Eu na verdade só tinha ouvido todo o barulho em torno do evento, principalmente dos brasileiro que tinham ido, como Pedro Conti, Victor Hugo e outros, mas nunca tinha vivenciado nada do evento. Fazer o investimento de ir a Portugal sempre foi um pouco pesado e só com o aparecimento do THUTV que tive oportunidade de viver um pouco do evento.

O evento gira muito em torno da experiência, então quero tentar fazer o mesmo com a leitura deste post. Portanto, antes de continuarmos, acho interessante que vocês leiam primeiro o texto anterior, então segue o link:

http://brushworkatelier.com/blog/2015/8/26/thutv-evento

Agora, com a proximidade do evento de 2016, para o qual já comprei o THUTV, me vejo escrevendo novamente sobre o tema. Por incrível que pareça, desta vez a pedido do Andre Lourenço, fundador do evento, que me procurou logo antes de soltar a venda dos tickets promocionais do THUTV. Vou voltar a falar disso mais para o final do post.

Acho que não tem forma melhor de começar a descrever o que foi o evento do ano passado e o que representa o THU como um todo se não pelo poster desse ano, feito pelo fabuloso Iain McCaig.

 Poster de divulgação do evento por Iain McCaig

Poster de divulgação do evento por Iain McCaig

Se você não conhece nada sobre o evento, tire alguns minutos para navegar pelo site oficial e ver diretamente deles o que está por vir. Segue o link:

https://trojan-unicorn.com/

Também vou incluir aqui o vídeo promocional do THUTV 2015, para que vocês ouçam da boca deles primeiramente o que eles acreditavam que seria o produto:

Ok! Agora já estamos todos na mesma página, então podemos continuar.

"Are you ready to be transformed?"

Um dos temas principais do evento como um todo, repetido inúmeras vezes pelo anfitrião Scott Ross, foi este acima, "Você está preparado para sofrer uma transformação?" (tradução livre do autor).

E eu particularmente, acredito que eles estão liderando uma transformação que, se for bem sucedida, poderá mudar nossa forma de agir como artistas. E esta gira muito em torno de uma segunda frase, que para mim é a mais importante do evento:

"There are no egos in THU"

"Não existem egos no THU". Andre falou e repetiu esta frase tanto na cerimônia de abertura, que você pode assistir na íntegra abaixo, quanto em diversos outros momentos do evento.

Esta sim acredito ser a essência do que eles buscam com o evento e a "fórmula mágica" que falta no desenvolvimento artístico de toda a comunidade. No THUTV, tive uma pequena janela para o que deve ter sido respirar o mesmo ar e conversar com artistas como Iain McCaig, Craig Mullins, Alberto Mielgo, Norman Seeff, Robh Ruppel, dentre muitos outros. Pelas pessoas que conheço que estiveram lá, a sensação de que "são todos humanos, gente como a gente" é ainda muito maior.

Mesmo na produção de conteúdo, podemos perceber nos vídeos abaixo, retrospectivas de cada dia do evento, que existe muito profissionalismo da equipe, mas ao mesmo tempo existe descontração durante todos os momentos. É o espírito de não nos levarmos tão a sério demonstrado de forma sincera e natural. "Não existem egos no THU."

Mas o que foi o THUTV para mim?

Acima de tudo, se tivesse que escolher um único momento do evento, diria que ouvir Craig Mullins, um dos maiores ícones do concept art, falar e sentir sua humildade com relação ao próprio trabalho foi totalmente transformador.

 Arte de Craig Mullins

Arte de Craig Mullins

Na entrevista que ele deu para o canal do Youtube Level Up! durante o THU 2015 da para sentir um pouco do que eu estou falando:

Se você estava esperando que eu falasse que o ponto alto foi algum macete ou truque que eu aprendi para colocar cor em pinturas preto e branco, ou algo do gênero, agora você está começando a entender/se questionar sobre o verdadeiro valor do THU.

E não me entenda errado, foi passado muito conteúdo pelos palestrantes, mas no fim do dia, como sempre falo no Brushwork Atelier, o conteúdo está extremamente disponível na internet.

Por outro lado, tente procurar alguma outra fonte para conhecer a trajetória, valores, musas e gostos de alguém como Alberto Mielgo, um dos palestrantes que eu mais aguardava. Para a divulgação do THUTV 2016, foi liberado este vídeo da palestra dele. É a prova mais concreta que posso passar do que é o THU em sua essência. Simplicidade, humildade, transparência e um toque de excentricidade de um dos grandes nomes do nosso mercado.

Um dos lemas de sua palestra foi:

"Try to be original and true to yourself". - Alberto Mielgo

E acho que isso é algo que transparece de todos os palestrantes e do staff, a busca por ser original e não perder sua identidade.

Outro exemplo único é a discussão de Kim Jung Gi sobre seus sketchbooks, conteúdo também liberado do THUTV 2015. Onde iríamos ter acesso a esta pérola? Você podia imaginar o que se passa na cabeça de um desenhista tão popular atualmente como ele? Podia imaginar esse tanto de excentricidade também? É um ser humano como todos nós, com seus anseios, frustrações, amores e dores. Não é uma máquina de cuspir desenhos (apesar de parecer quando vemos seu processo).

Estes são dois breves exemplos do que foi o THUTV do ano passado para mim. Um banho de conhecimento, de humildade, de auto conhecimento, de transformação e de ansiedade para 2016.

Por fim, "não existem egos no THU". O evento não é sobre você e sobre seu aprendizado individual, sobre seus problemas com anatomia e perspectiva. O evento é sobre nossa comunidade, sobre o que é viver ou sobreviver em nosso mercado e como artistas bem sucedidos o fizeram, ainda fazem e como isso influencia suas vidas pessoais, sociais e emocionais.

O próprio Andre me pediu para escrever um post não porque ele quer divulgar o produto dele no Brasil, mas sim porque ele quer ouvir a minha opinião sobre o produto, sobre o que realmente é para mim o THU e o THUTV. Só o fato dele conhecer o Brushwork, vir me procurar para isso e se importar com o que tenho a dizer, demonstra mais uma vez que "não existem egos no THU".

Obrigado Andre! Espero que esta chama continue sempre acesa, que as adversidades e nosso mundo atual não influenciem negativamente o espírito de toda a comunidade artística e que cada vez nos tornemos mais unidos e fortes.

Quanto ao evento deste ano, THU 2016, a lista continua fantástica e ainda nem foram divulgados todos os palestrantes. Tome um tempo para navegar pelo link abaixo buscando ainda mais informações sobre os palestrantes. Como falo, seja curioso, seja investigativo:

https://trojan-unicorn.com/main-event/knights

Eu particularmente estou muito ansioso para ouvir mestres como Phil Hale, Christian Alzmann, Claire Wendling, Doug Chiang, Brom, Sparth, Ryan Woodward, Ruan Jia, além de muito outros é claro. 

Se depois disso tudo você se interessou pelo projeto, o link abaixo tem todos os detalhes para comprar o THUTV:

https://trojan-unicorn.com/tv

Se comprou no ano passado, conte nos comentários o que achou!

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com os amigos através do botão de Share logo abaixo do post! Se inscreva também na lista de e-mails e na página do Facebook para ficar por dentro de todas as novidades!

Muito obrigado por acompanhar e bons estudos!